Prefeito Zé Aldemir propõe ao Estado dividir demanda de pacientes infectados entre cidades de Cajazeiras e Sousa

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP), externou preocupação ao secretário de saúde do Estado, Geraldo Medeiros, sobre o crescimento do número de casos de coronavírus nas regiões que abragem os municípios de Cajazeiras e Sousa, no Sertão, e propôs uma mudança no sistema de transferência de pacientes da região. Por enquanto, os pacientes infectados estão sendo transferidos para o Hospital Regional de Cajazeiras, considerado ‘referência’ no atendimento.

Diante do número crescente de novos infectados, José Aldemir considera que Cajazeiras pode não ‘suportar’ a demanda de todas as cidades da região.  “A gente vê o crescimento do coronavírus na nossa região. Cajazeiras hoje já está com com 22 pacientes infectados. Sousa já passou de 35 pacientes, então, lógico, se está nessa velocidade de crescimento, qual é nossa preocupação? Cajazeiras não tem infraestrutura suficiente para atender a demanda”, disse.

O gestor propôs ao Governo do Estado que também classifique o Hospital Regional de Sousa como ‘referência’ no atendimento. O objetivo é dividir a demanda de pacientes que necessitam do serviço hospitalar em decorrência do  novo vírus.

“Não tenho o menor interesse de impedir ou obstacular a vinda dos pacientes portadores da Covid-19 de Sousa para cá, mas a preocupação nossa é a estrutura. Nós estamos com essa proposta, protegendo Cajazeiras e protegendo Sousa, porque se a gente descentralizar, é evidente que a gente protege as duas regiões”, avaliou.

FONTE: POLEMICA PARAÍBA